CLÁSSICOS: O Martírio de Joana D’Arc (1928), Carl Theodore Dreyer

Clássico filme de C.T. Dreyer pode ser lido, hoje, como uma alegoria de nosso tempo. É um filme de 91 anos que envelheceu cheio de discursos atuais. O ano de 1928 nos deu grandes clássicos do cinema estudados e relidos por muitos até hoje. Uma das obrigações que todo pretendente a cinéfilo deve assistir é O Martírio de Joana D’Arc. Esta obra grandiosa é considerada, … Continuar lendo CLÁSSICOS: O Martírio de Joana D’Arc (1928), Carl Theodore Dreyer

CRÍTICA: Parasite (2019), de Bong Joon Ho

Filme Coreano laureado em Cannes 2019 com a Palma de Ouro é instigante, fluido e necessário para a atualidade. A sensação que tive ao termino da projeção de Parasite, novo filme de Bong Joon Ho – vencedor da Palma de Ouro, do Festival de Cannes 2019 -, foi de uma flecha que ao atravessar várias superfícies chegou em minha alma… e a feriu. Falo isso … Continuar lendo CRÍTICA: Parasite (2019), de Bong Joon Ho

DICA DE FILME: Corpo Delito (2017), de Pedro Rocha

Documentário de Pedro Rocha é essencial para o Brasil atual e se faz como resistência ao discurso de ódio que impera no país. A atualidade de extrema violência e discurso de ódio no Brasil é o devir ideal para filmes como Corpo Delito, de Pedro Rocha. Não por ele ser um filme que surfa nessa temática, mas pelo seu absoluto oposto. O documentário acompanha a … Continuar lendo DICA DE FILME: Corpo Delito (2017), de Pedro Rocha

Crítica: Bacurau (2019), de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Antes de mais nada… AQUI CONTEM SPOILERS! FUJA DESSE TEXTO… FUJA MESMO. SÓ LEIA DEPOIS QUE ASSISTIR… mas se você não se importa, sinta-se bem vind@. Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles entregam uma obra marcante e catartica do cinema brasileiro Quando deixei a sessão de Bacurau, estava com as mãos vermelhas e quentes de tanto aplaudir e sem saber o que sentir sobre o … Continuar lendo Crítica: Bacurau (2019), de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Crítica: Era uma vez… em Hollywood (2019), Quentin Tarantino

Tarantino brilha em seu mais novo filme e o cinema salva a realidade de si mesma. Em uma época em que os heróis são personagens com alto grau de moralismo, pouca complexidade e uma breve variação quanto a seu encaixe na realidade pouco mimética de suas próprias histórias, os heróis de Tarantino são de outras estirpes. Na verdade, nem podemos chama-los de heróis. Talvez anti-heróis … Continuar lendo Crítica: Era uma vez… em Hollywood (2019), Quentin Tarantino

Crítica: Tolkien (2019), de Dome Karukoski

Um Filme pobre para um rico campo de exploração sobre a vida de o criador de O Senhor dos Aneis Fazer um filme sobre a vida de um intelectual nunca foi muito fácil. Muitas vezes pela quantidade de fases que a vida do personagem é constituída, ou mesmo pela complexidade dos problemas por eles enfrentados. Para uma história a ser contada, esses elementos, na verdade, … Continuar lendo Crítica: Tolkien (2019), de Dome Karukoski

DICA DE FILME: A CASA QUE JACK CONSTRUIU (2018), de Lars Von Trier

As confissões de Lars Von Trier em uma estética de terror a partir de Dante Alighieri Não é surpresa para ninguém os incômodos que os filmes do dinamarquês Lars Von Trier criam. Sua aposta em utilizar conceitos e teorias da semiótica e da Gestalt, abusando de filosofias niilistas que beiram o inaceitável é o que elevam a visão deste diretor a um nível de relevância. … Continuar lendo DICA DE FILME: A CASA QUE JACK CONSTRUIU (2018), de Lars Von Trier

CRÍTICA: DOR E GLÓRIA (2019), de Pedro Almodovar

Uma aula de cinema com Almodovar, uma arte da delicadeza sobre uma trajetória de vida Um grande clichê filosófico e moderno diz que quando estamos na estrada da vida, em algum momento da maturidade encontraremos a nós mesmos, e neste momento será essencial que saibamos o que fazer com a nossa própria história. Ao assistir Dor e Glória (2019) do fantástico Pedro Almodovar percebemos que … Continuar lendo CRÍTICA: DOR E GLÓRIA (2019), de Pedro Almodovar

DICA DE FILME: HAGAZUSSA – A MALDIÇÃO DA BRUXA (2017)

Se você gostou do filme A Bruxa (2015), você vai amar este filme. Nos nossos piores pesadelos, nosso corpo se torna um objeto pesado, as cores frias e escuras são presentes e muitas de nossas angústias se materializam em nossa mente. A angustia é o tom mais forte que nos encurrala, nos envolve e nos dá um calafrio ocasionado por uma sensação de destruição. O … Continuar lendo DICA DE FILME: HAGAZUSSA – A MALDIÇÃO DA BRUXA (2017)

Cinema é Vida, Cinema é Política

Seja bem vind@, car@ internauta Como amante dessa arte, a que chamam arte total, decidi fazer este site/blog para exercer a prática da reflexão sobre o audiovisual em geral. Sim, o principal tema é o cinema, mas isso não impede de algo que chame muita a minha atenção no campo do audiovisual seja tratado aqui. Eis o porque encaro este site também como um blog: … Continuar lendo Cinema é Vida, Cinema é Política