CRÍTICA: Midsommar (2019), de Ari Aster (sem spoilers)

Novo filme de Ari Aster, diretor de Hereditário (2018), é um terror folclórico, desafiador à estética do horror tradicional de Hollywood. Um dos problemas impossíveis de se desvencilhar para todo cineasta estreante que obteve grande sucesso com seu filme de estreia é a expectativa que se cria em volta de seu próximo projeto. Após a aprovação de grande parte da crítica e de boa parte … Continuar lendo CRÍTICA: Midsommar (2019), de Ari Aster (sem spoilers)

CRÍTICA: Pacarrete (2019), de Allan Deberton

A delicada direção de Allan Deberton e a avassaladora interpretação de Marcélia Cartaxo criam uma personagem icônica de uma história fabulosa. Ao termino da sessão de Pacarrete, eu estava mergulhado não apenas em lágrimas e encanto, mas também em uma memória que talvez muitos dos brasileiros – ou talvez muitos nordestinos – se identifiquem. Falo de uma memória infantil, em uma cidadezinha no interior do … Continuar lendo CRÍTICA: Pacarrete (2019), de Allan Deberton

Post fixo

CRÍTICA: Parasite (2019), de Bong Joon Ho

Filme Coreano laureado em Cannes 2019 com a Palma de Ouro é instigante, fluido e necessário para a atualidade. A sensação que tive ao termino da projeção de Parasite, novo filme de Bong Joon Ho – vencedor da Palma de Ouro, do Festival de Cannes 2019 -, foi de uma flecha que ao atravessar várias superfícies chegou em minha alma… e a feriu. Falo isso … Continuar lendo CRÍTICA: Parasite (2019), de Bong Joon Ho

Crítica: Bacurau (2019), de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Antes de mais nada… AQUI CONTEM SPOILERS! FUJA DESSE TEXTO… FUJA MESMO. SÓ LEIA DEPOIS QUE ASSISTIR… mas se você não se importa, sinta-se bem vind@. Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles entregam uma obra marcante e catartica do cinema brasileiro Quando deixei a sessão de Bacurau, estava com as mãos vermelhas e quentes de tanto aplaudir e sem saber o que sentir sobre o … Continuar lendo Crítica: Bacurau (2019), de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Crítica: Era uma vez… em Hollywood (2019), Quentin Tarantino

Tarantino brilha em seu mais novo filme e o cinema salva a realidade de si mesma. Em uma época em que os heróis são personagens com alto grau de moralismo, pouca complexidade e uma breve variação quanto a seu encaixe na realidade pouco mimética de suas próprias histórias, os heróis de Tarantino são de outras estirpes. Na verdade, nem podemos chama-los de heróis. Talvez anti-heróis … Continuar lendo Crítica: Era uma vez… em Hollywood (2019), Quentin Tarantino

Crítica: Tolkien (2019), de Dome Karukoski

Um Filme pobre para um rico campo de exploração sobre a vida de o criador de O Senhor dos Aneis Fazer um filme sobre a vida de um intelectual nunca foi muito fácil. Muitas vezes pela quantidade de fases que a vida do personagem é constituída, ou mesmo pela complexidade dos problemas por eles enfrentados. Para uma história a ser contada, esses elementos, na verdade, … Continuar lendo Crítica: Tolkien (2019), de Dome Karukoski

CRÍTICA: DOR E GLÓRIA (2019), de Pedro Almodovar

Uma aula de cinema com Almodovar, uma arte da delicadeza sobre uma trajetória de vida Um grande clichê filosófico e moderno diz que quando estamos na estrada da vida, em algum momento da maturidade encontraremos a nós mesmos, e neste momento será essencial que saibamos o que fazer com a nossa própria história. Ao assistir Dor e Glória (2019) do fantástico Pedro Almodovar percebemos que … Continuar lendo CRÍTICA: DOR E GLÓRIA (2019), de Pedro Almodovar