CLÁSSICOS QUE VOCÊ DEVE ASSISTIR: Fanny e Alexander (1982), de Ingmar Bergman.

Obra-Prima de Bergman é uma inspiração a muitos artistas, como Guilhermo del Toro e Ari Aster. Falar de uma obra de Ingmar Bergman nunca foi algo fácil. O diretor, em toda extensão de suas obras, nos apresenta histórias de cunho pessoal, com questionamentos que o perturba e com situações quase autobiográficas. Seus personagens são seres humanos complexos envolvidos em enredos guinados por lutas de relações … Continuar lendo CLÁSSICOS QUE VOCÊ DEVE ASSISTIR: Fanny e Alexander (1982), de Ingmar Bergman.

DICA DE FILME: O Ovo da Serpente (1977), Ingmar Bergman

Há filmes que ao ser lançado em seu tempo não é muito bem percebida, mas que em certos períodos históricos eles ascendem como uma obra prima e passa a ser extremamente necessário. Este é um pouco o caso de O Ovo da Serpente, do mestre sueco Ingmar Bergman. Localizado temporalmente no momento do diretor que conversa muito com o cinema americano, com filmes menos denso … Continuar lendo DICA DE FILME: O Ovo da Serpente (1977), Ingmar Bergman

CLÁSSICOS: O Martírio de Joana D’Arc (1928), Carl Theodore Dreyer

Clássico filme de C.T. Dreyer pode ser lido, hoje, como uma alegoria de nosso tempo. É um filme de 91 anos que envelheceu cheio de discursos atuais. O ano de 1928 nos deu grandes clássicos do cinema estudados e relidos por muitos até hoje. Uma das obrigações que todo pretendente a cinéfilo deve assistir é O Martírio de Joana D’Arc. Esta obra grandiosa é considerada, … Continuar lendo CLÁSSICOS: O Martírio de Joana D’Arc (1928), Carl Theodore Dreyer